Dra Jacqueline Renault Jejum intermitente na Barra da Tijuca

Dra Jacqueline Renault Jejum intermitente na Barra da Tijuca

Dra Jacqueline Renault Jejum intermitente na Barra da Tijuca

CRM : 52.50620-6

Ortomolecular

Currículo :

– Médica formada em 1988 – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

– Título de Especialista em Homeopatia 1998 – Grupo de Estudos Homeopáticos Samuel Hahnemann

– Título de Especialista em Homeopatia 1991 – Sociedade de Homeopatia do Estado do Rio de Janeiro

– Pós-Graduação em Geriatria e Gerontologia 2003 – 2005

– Membro da Sociedade de Medicina Biomolecular do Estado do Rio de Janeiro

– Membro do Capítulo Brasileiro de Medicina e Cirurgia Estética

– Membro da Associação Brasileira de Medicina Ortomolecular (AMBO)

– Membro da Acam – American College for Advancement in Medicine

– Membro da A4 – American Academy of Anti-Aging Medicine

– Pós Graduação em Geriatria

– Pós Graduação em Nutriendocrinologia – Dr Lair Ribeiro

– Pós Graduação em Medicina do Esporte
– Mestrando em Medicina do Esporte e Saúde

Médica

Endereço : Avenida Ayrton Senna, 3.000 – Ed Grumari – Sala 3007 – Shopping Via Parque (Via Parque Comfort Working)

Bairro : Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ

Telefones : (21) 3181-2526 / (21) 3988-0038 / (21) 99769-3361

Site : www.jacquelinerenault.com.br

0

Jejum Intermitente

O Jejum intermitente foi estudado como uma forma de saúde, eliminando o risco de diversas doenças, em pessoas ativas ou não, porém não se enquadrando aqui atletas de alta performance.

Alguns artigos discutem sobre como jejuar, duas ou três vezes por semana, e que pode diminuir o risco de desenvolver doenças como Parkinson e Alzheimer. Crianças que sofrem de epilepsia têm menos episódios quando há dieta de restrição calórica ou jejuns.

A dieta com restrição de calorias aumenta o tempo de vida, comprovadamente por meio de estudos, e retarda doenças crônicas relacionadas à idade em muitas espécies. O mecanismo ou mecanismos pelo qual isso ocorre é desconhecido. Também aumenta a função cognitiva, fatores neurotróficos, resistência ao dano e reduz a inflamação.

O jejum é um desafio ao cérebro, e ele responde com adaptações por vias de respostas que ajudam a lidar com o dano e o risco de doenças. Também pode estimular a produção de novas células nervosas, multiplicando o número de mitocôndrias; isso é o resultado dos neurônios se adaptando ao jejum, elevando a habilidade de formar e manter as conexões entre eles, aumentando e melhorando o aprendizado e a memória.

Nossos ancestrais se adaptaram e foram selecionados para passar longos períodos sem comer. Um estudo feito por pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia mostrou que ciclos de jejum protege nosso organismo contra danos ao sistema imunológico e induz à sua regeneração. Eles concluíram que o jejum altera as células tronco para o estado de auto renovação.

Quando você passa fome, o sistema tenta poupar energia, e uma das coisas que você pode fazer para poupar energia é reciclar muitas células imunes que não são necessárias, especialmente aquelas que estão danificadas.

Foi feita uma revisão de vários estudos sobre jejum e essa revisão foi publicada no The American Journal of Clinic Nutrition em 2007. Ela examinou estudos humanos e animais e determinou que o jejum é uma maneira efetiva de reduzir o risco de doenças cardiovasculares, problemas relacionados a obesidade e câncer.

O JEJUM É BENÉFICO PARA A SAÚDE !!

Como jejuar :

Uma maneira fácil de jejuar seria realizar sua ultima refeição do dia (jantar), aproveitar as horas de sono e só voltar a se alimentar no almoço do dia seguinte. Com isso teremos 16 hs de jejum, e isso pode ser feito 2-3 vezes na semana.

Leave a Comment

*Required fields Please validate the required fields

*

*