Dra Ana Luiza Rios DST em Brasília

Dra Ana Luiza Rios DST em Brasília

Dra Ana Luiza Rios DST em Brasília

Somente Atendimento Particular.

CRM DF : 8865

TEGO : 047/94

RQE : 2458

Currículo :

– Formada em Medicina pela Universidade de Brasília (UnB)

– Pós Graduação (Residência Médica) de 3 anos em Ginecologia e Obstetrícia.

– Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Associação Médica Brasileira (AMB) 

– Título de Qualificação em Colposcopia e Genitocospia pela Sociedade de Patologia do Trato Genital Inferior

– Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia

– Pós Graduação em Medicina Funcional e Preventiva

– Prática Ortomelecular (PUC)

– Curso de Endocrinologia Ginecológica na Universidade de Harvard (EUA)

Ginecologista em Brasília

Endereço : SEPS 709/909 – Torre B – Sala 313 / 314 – Centro Médico Júlio Adnet

Localidade : Asa Sul – Brasília – DF

Telefones : (61) 99864-4141 (WhatsApp) / (61) 3443-6363 / (61) 3443-4444 /  (61) 99994-6363

Site : www.draanaluiza.com.br

1

DST

As doenças sexualmente transmissíveis (DST) são transmitidas, principalmente, por contato sexual sem o uso de camisinha com uma pessoa que esteja infectada, e geralmente se manifestam por meio de feridas, corrimentos, bolhas ou verrugas.

Algumas DST podem não apresentar sintomas, tanto no homem quanto na mulher. E isso requer que, se fizerem sexo sem camisinha, procurem o serviço de saúde para consultas com um médico periodicamente.

Essas doenças quando não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem evoluir para complicações graves, como infertilidades, câncer e até a morte.

Usar preservativos em todas as relações sexuais (oral, anal e vaginal) é o método mais eficaz para a redução do risco de transmissão das DST, em especial do vírus da aids, o HIV.

Outra forma de infecção pode ocorrer pela transfusão de sangue contaminado ou pelo compartilhamento de seringas e agulhas, principalmente no uso de drogas injetáveis.

A Aids e a sífilis também podem ser transmitidas da mãe infectada, sem tratamento, para o bebê durante a gravidez, o parto. E, no caso da Aids, também na amamentação.

É imprescindível tratar essas enfermidades e também previnir o contágio. O atendimento e ao tratamento são gratuitos nos serviços de saúde do SUS.

Leave a Comment

*Required fields Please validate the required fields

*

*